POMBAS DOMÉSTICAS

No dia 14/02/2020, encaminhei uma “Indicação” ao Executivo Municipal para realizar o manejo e controle dos pombos dos prédios dos órgãos públicos, da própria Prefeitura, do Mercado Público e, em especial, dos terminais de ônibus da Cidade de Porto Alegre, localizados nos Viadutos das avenidas Protásio Alves com Carlos Gomes e Benjamin Constant com a Rua Dom Pedro II.

A título de informação, o Guia de Manejo e Controle de Pombas-Domésticas (Columba Livia) em áreas urbanas, elaborado e distribuído pela Secretaria Estadual de Saúde, traz os procedimentos que são definidos pela IN IBAMA n° 141/2006 – art.2°, itens I e VI.

O objetivo do manejo e controle de pombas-domésticas é de reduzir o tamanho populacional, restringindo as fontes de alimento e de abrigo disponíveis em ambiente urbano. Desta maneira, reduzir e/ou mitigar os impactos negativos ocasionados pela superpopulação da espécie, bem como os riscos à saúde pública.

É importante ressaltar, que As principais doenças transmitidas pelos pombos são:

  1. Criptococose. A criptococose é uma das principais doenças transmitidas pelos pombos urbanos e é causada por um fungo que vive e se desenvolve nas fezes, o Cryptococcus neoformans.
  2. Salmonelose.
  3. Encefalites virais.
  4. Infecção por Escherichia coli.

 

Foto: divulgação google.

Um comentário em “POMBAS DOMÉSTICAS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s